Competidor de Mira Estrela vence a DIVINAEXPO com braço deslocado

colunista_eugenio_titulo
O maior rodeio de Minas Gerais encerrou suas atividades de provas e montarias na noite deste domingo, 31 em Divinópolis (MG).

A DIVINAEXPO mostrou ao Brasil um show de organização, planejamento, filantropia, e teve como retorno a participação em massa da população não só do município, mas sim, de toda região, já se qualificando no seleto time de eventos que reúne gente de todo o Brasil.

Parabéns ao Sindicato Rural do Presidente Irajá Nogueira, a Lucs Promoções, do diretor de rodeio Pablo Ribeiro “Bocão”  e todos envolvidos nesse grande evento.

O rodeio começou no horário programado, as 18:00h com uma abertura tradicional, com bandeiras e os competidores classificados para as finais

A primeira modalidade a se definir foi o Laço em Dupla. Os competidores Athos e Diego Barone, que entraram em segundo lugar, fizeram o menor tempo da final 5,62 totalizando uma média de 17,66 segundos.

Em segundo lugar ficou Sorriso e Diego Barone com 17,82 e em terceiro Sorriso e Athos Barone com 135,94 segundos

Na modalidade mais radical das provas cronometradas, o Bulldog, Paulo Souza Pinto, entrou em terceiro lugar e consegui ser o campeão. Na final fez o tempo de 5,29 e com o total de 16,30 conseguiu mais um título.

Em segundo lugar ficou Gerônimo Luis, de Claudio (MG) com 16,39 segundos seguido por Lucas Ranzani de Vargem Grande do Sul (SP) com 17,32 segundos

Na modalidade Laço em Bezerro, Zenilton Santos, de S. C. da Conceição (SP) confirmou o favoritismo e foi o grande campeão com 25,35 segundos.

Em segundo lugar João Otávio, de Jaguariúna (SP) com 28,29 seguido por Thiago Marconi com 28,46.

Pela modalidade feminina dos Três Tambores a líder Flavia Abreu, de Sete Lagoas (MG) com 51,675 também confirmou o favoritismo.

Em segundo lugar ficou Renata Moreira de Divinópolis com 51,941 em terceiro Helida Maria de Divinópolis com 52,102.

Na modalidade cavalos, estilo Cutiano Marcio Rogério da Silva, de Sacramento (MG), montando Minério da Cia NS, totalizou 349,50 pontos.

Em segundo lugar ficou Paulo Sérgio Silva, de Tupã (SP) com 336,00 e em terceiro Nestor Gonçalves, de Cotia (SP) com 336,00 pontos.

Pela modalidade touros, etapa Monster Energy PBR uma virada deu a vitória a Fábio Eleutério, de Mira Estrela (SP), não só venceu a etapa como venceu a dor.

Ele entrou em primeiro lugar de nota na final, teve o direito de escolha, optou por Euro da Cia Paulo Emílio.

Tudo perfeito até abrir  porteira, quando seu ombro deslocou, saiu fora do lugar. ‘Fabinho’ como é conhecido teve que terminar a montaria com o braço fora, mas, terminou, alcançando os oito segundos.

Em segundo lugar ficou Edmilson Gonçalves, de São José do Rio Preto (SP) e em terceiro João Ricardo Vieira de Itatinga (SP), o líder do campeonato mundial que ficou marcou a maior nota do rodeio, 90,75 pontos.

 

Por Eugênio José – MTB: 67.231/SP
contato@eugeniojose.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *