PAN: Brasil é Bronze por equipe no Adestramento

colunista_lucianaomena_titulo

Recebi essas informações da minha amiga Rute Araújo, que sabe tuuuudo de Adestramento e está acompanhando o passo a passo do Brasil nos Jogos Pan Americanos de Toronto, no Canadá.

Entre os esportes hípicos, o Brasil já começou bem. Depois de oito anos, a equipe brasileira de Dressage voltou a ocupar um lugar no pódio de um Pan-americano. O feito se deu domingo, 12/7, e o Brasil só ficou atrás de Estados Unidos (ouro com 460.506%) e Canadá (prata com 454.938%), assegurando a medalha de bronze ao somar 414.895% nos dois dias de competição. O palco das competições e hipismo nos Jogos é o Caledon Equestrian Park.

A equipe bronze do Brasil foi formada por João Victor Marcari Oliva/Xamã dos Pinhais (69.211%), João Paulo dos Santos/Veleiro do Top (70.158%), Leandro Aparecido da Silva/Di Caprio (69.026) e Sarah Waddell/Quixote Donelly (67.184%).

E foi uma prova de superação para alcançar a tão sonhada medalha. Em entrevistas que tenho visto nesses primeiros dias de Jogos, de atletas que conseguiram o Bronze, eles comentam que saíram do Brasil para ganhar uma medalha, seja ela qual for, o importante é fazer uma boa apresentação e não voltar para casa de mãos vazias. E foi isso que aconteceu com a equipe de Adestramento brasileira.

A diferença mínima de pontos para os mexicanos estimulou ainda mais os atletas brasileiros a virarem o jogo na prova Intermediária I no domingo (12). Não só conseguiram como deram um show. Dos quatro membros do time, três melhoraram a nota em relação ao Prix St. George, realizado no sábado (11).

A expectativa pelo bronze permaneceu até o último competidor entrar em pista: a mexicana Bernadette Pugals montando Heslegaards Rolex. Com três atletas no time e, portanto, sem opção de descarte, o México apostava todas as suas fichas em Bernadette, que entrou em pista com a missão de fazer mais de 72% para superar o Brasil. Não conseguiu. A amazona registrou 67.922%, deixando escapar a medalha.

Foi a quinta medalha de Bronze conquistada pelo Adestramento brasileiro. Quatro delas por equipe: nos Jogos da Cidade do México em 1975, em Caracas, na Venezuela em 1983 – quando também conquistou no individual-; no Pan do Rio 2007, e, agora, em Toronto.

Na próxima terça-feira (14) a disputa no Caledon Equestrian Park é por medalha individual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *