PAN: Time Brasil de CCE fez o melhor resultado em 20 anos

colunista_lucianaomena_titulo
Missão cumprida. Nesse domingo, 19/7, o Time Brasil do Concurso Completo de Equitação (CCE) conquistou a prata por equipes e Ruy Fonseca arrematou o bronze individual, na terceira e última fase da competição com a modalidade Salto no Caledon Equestrian Center, nos Jogos Pan-americanos 2015 no Canadá.

Líder individual, após as parciais do Adestramento e Cross Country, Ruy com seu Tom Bombadill Too, último conjunto em pista e embaixo de chuva, cometeu uma falta no último obstáculo, que lhe custou o ouro, mas garantiu uma importante medalha de bronze.

Todos os demais integrantes do Time Brasil – Henrique Pinheiro com Land Quenottte, 11º individual, Marcio Carvalho Jorge com Lisssy Mac Wayer, 9º individual, e Carlos Parro montando Caulcourt Land Landline, 6º individual – fizeram pista limpa no Salto e junto com o medalhista de bronze Ruy e seu Tom Bombadill Too arremataram a prata por equipes com 140,7 pontos perdidos.

O Time Brasil de CCE é treinado pelo bicampeão olímpico neozelandês Mark Todd, radicado na Inglaterra, onde também vivem Ruy e Carlos Parro. Enquanto Marcio Jorge e Henrique Pinheiro vivem no Brasil.

O bronze de Ruyzinho foi a primeira medalha individual do CCE (Concurso Completo de Equitação) em 20 anos, depois que André Giovanini ganhou também um bronze em 1995. Naquele ano, o Brasil ainda foi ouro por equipes no CCE, e Ruy estava lá. Dessa vez, a medalha por equipes foi de prata – o país tem também uma prata por equipes em 1999 e três bronzes por equipes em 2003, 2007 e 2011.

Resumo da campanha do CCE em Jogos Pan-americanos

1995 – Mar del Plata – Argentina – ouro por equipe e bronze individual ( André Luiz Giovanini)

1999 – Winnipeg – Canadá – prata por equipe

2003 – Fair Hill – Estados Unidos – bronze por equipe ( O CCE foi disputado nos Estados Unidos pela falta de estrutura para a modalidade na sede oficial dos Jogos, Santo Domingo)

2007 – Rio de Janeiro – Brasil – bronze por equipe

2011 – Guadalajara – México – bronze por equipe

2015 – Toronto – Canadá – prata por equipe e bronze individual (Ruy Fonseca)

 

1 comentário

Deixar comentário
  1. O retorno de um titulo em competicao internacional pode ser a volta do Brasil entre os melhores da modalidade, ja que as expectativas de ouro na Olimpiada do Rio, 2016, cresceram apos o Pan.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *