Titanic, da ProHorse, é o melhor cavalo do Cutiano no Barretos International Rodeo

Mais uma vez a ProHorse foi destaque na modalidade Cutiano e, com o animal Titanic, levou o título de Melhor Cavalo deste ano empatado na pontuação com a égua Atrevida, da Cia Tony Nascimento.

Nos últimos anos a tropa da ProHorse vem chamando a atenção nas arenas brasileiras. Formada por produtos do Projeto “Nascidos para Pular”, focado na genética de cavalos de rodeio americanos e canadenses, a tropa vem dando trabalho aos competidores. No Barretos International Rodeo, o animal Titanic foi o destaque entre os potros levados, com as melhores notas levou o título de Melhor Cavalo do Cutiano junto à égua Atrevida, da Cia Tony Nascimento. Os proprietários da ProHorse, Leandro Baldissera e Henrique Prata ficaram orgulhosos com o título, pois é o animal é resultado do investimento em genética para criação de uma raça específica de cavalos de rodeio no Brasil.

Competidor Ari Piovesan montando Titanic na final do Barretão.

Competidor Ari Piovesan montando Titanic na final do Barretão.

Disputando o título com animais das principais tropas brasileiras, a ProHorse levou seus principais potros para a disputa do Internacional em Barretos e o Titanic já se destacou na primeira noite proporcionando a maior nota ao competidor Diego Piovesan, com 86,75. Na Final, o competidor Ari Piovesan foi sorteado com o Titanic e fez uma das maiores da noite com 88,50 pontos.

Competidor Ari Piovesan montando Titanic na final do Barretão

Competidor Ari Piovesan montando Titanic na final do Barretão.

“Nosso grande sonho sempre foi fomentar o rodeio em cavalos, incrementando a Sela Americana e o Bareback, que viraram realidade no Brasil e a criação de uma raça de cavalos de rodeio aqui, como já é tradição nos Estados Unidos e Canadá. Importamos os animais, fizemos vários cruzamentos e hoje a nossa criação vem a cada geração trazendo os resultados nas arenas.

Com certeza hoje tem muitos tropeiros também investindo em genética para obter animais diferenciados, assim como a ProHorse vem fazendo, para não deixar o rodeio em cavalos morrer no país. Ver um produto de cruzamento que traz linhagens centenárias de cavalos de rodeio americanos e estreá-los com sucesso nas arenas é algo indescritível, que nos enche de orgulho”, disse Leandro Baldissera.
Este é o terceiro título de Melhor Cavalo conquistado pelo Titanic, os dois primeiros foram na Festa do Peão de Americana este ano e ano passado.
Além do Titanic a ProHorse também levou para Barretos os potros Lunático 141 que deu 84,25 ao Antônio Juscelino; Meia Noite que derrubou Adriano Batista, tendo média de 46,00; Tarumã que derrubou Zeus Fonseca; Yellow Baby, Bad Baby e Titanium que também derrubaram os competidores Jonas Soares, Samuel Cavalcanti e Thiago Mega, respectivamente.

Por: Susi Freitas / Êxito Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *