Touro Bandido inspira carro da Lamborghini

“Bandido”, é um nome muito conhecido em nosso meio. Para os amantes de rodeio o touro “Bandido” de propriedade da Cia. Paulo Emílio, foi eternizado.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

O animal se tornou consagrado pois era temido e atuava de forma desforme das apresentações de outros touros durante a sua performance de 8 segundos dentro das arenas de rodeio. Bandido faleceu em 2009, o animal possuía câncer de pele na área dos olhos.

O animal está eternizado em fotos, vídeos e até mesmo em uma novela global. A novidade é que “Bandido”, será nome de um projeto da marca Lamborghini.

O criador

O jovem Fernando Pastre Fertonani é o criador do projeto Lamborghini “Bandido” ele desenhou o seu exterior, junto com o chinês Yangzan Kang, que realizou o design interno. Ambos são formados em Design e se encontraram durante um mestrado em Milão, na Itália. Lá foram convidados a estagiar nas maiores fabricantes de carros premium do mundo: Lamborghini, Audi e Ducati.

Foto: Divulgação

Fernando Pastre Fertonani, é formado em Design de Produto pela Unesp – Bauru, mestre em ‘Transportation and Car Design’ pela ‘Scuola Politecnica di Design’ – Milão. Tem 24 anos é riopretense. Foto: Divulgação

O projeto futurista não tem data prevista para lançamento, talvez por volta do ano de 2030. Embora já seja um prazer saber que foi desenhado por um jovem brasileiro que sonha alto e recorda de suas raízes.

carro-bandido

O Lamborghini Bandido: homenagem ao touro. Foto: Divulgação

 

Em entrevista Fernando Fertonani,  respondeu a algumas perguntas do site Política e Afins, que vão ser replicadas abaixo, acompanhe:

P.A – Porque o nome Bandido?

F.F Muitos dos modelos da marca Lamborghini levam o nome de touros famosos, como por exemplo ‘Murcielago’, ‘Reventón’, ‘Diablo’, ‘Huracán’. Sendo eu Brasileiro, morador de Rio Preto, nada mais justo do que entrar na brincadeira, porém, ressaltando minha origem e batizando meu projeto com o nome de um ícone mundial dos rodeios, o Boi Bandido.

P.A – O que lhe inspirou nessa criação?

F.F  Sempre que pensamos em Lamborghini, pensamos em um carro ‘extremo’, ‘agressivo’, projetado para ‘comer as pistas’. Visando um Hypercar para o ano de 2030, o carro deveria ter design moderno e futurista, porém sempre mantendo os pés no chão, pensando na viabilidade do mesmo. O conceito mais forte do projeto é o do ‘dual-body’(dois corpos), sendo um central (cockpit do pi-loto) e periféricos (músculos), enfatizando a utilização de quatro motores elétricos, um em cada roda. Esse forte conceito e a posição central do piloto acentuam a modernidade e a verdadeiro objetivo desse carro, a velocidade.

P.A – O que essa passagem pela Lamborghini representa para sua carreira?

F.F  A questão da produção não foi oficial da marca. Creio que um pouco de sensacionalismo de alguns dos veículos que divulgaram o projeto. Porém essa repercussão internacional que vem acontecendo, representa uma satisfação e sensação de trabalho bem feito, por ver algo que me dediquei tanto tomar as páginas de sites no mundo inteiro (EUA, Espanha, Itália, Suécia, Hungria, Rússia, Eslováquia, Peru, etc). Esse reconhecimento no começo de carreira é muito bom, porque traz uma força e confiança para o futuro, acreditamos mais em nós mesmos.

Outros carros com nomes de animais

Esta não é a primeira vez que o nome de um animal é utilizado para “nomear” um carro, acompanhe:

miura carro

Foto: Reprodução

Com as portas abertas este modelo realmente representa a cabeça de um touro!

miura lamborguini

Lamborghini Miura. Foto: Reprodução

Aventador Foi um bravo touro que lutou nas arenas de Sevilha, Espanha, em 1993. Foto: Reprodução

Aventador Foi um bravo touro que lutou nas arenas de Sevilha, Espanha, em 1993. Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *