Atual campeã de Barretos fará sua estreia na DIVINAEXPO pela modalidade Três Tambores

A DIVINAEXPO é hoje o rodeio mais completo do Brasil, em razão do número de modalidades que realiza, seis ao todo.

ana laurini

Entre as modalidades está a prova feminina dos Três Tambores, que este ano, realizada uma etapa nacional com a ANTT – Associação Nacional dos Três Tambores.

Então as melhores competidoras da modalidade estarão presentes na arena Ana Carolina Laurini Cardozo, 31 anos, de idade compete nos três tambores desde os três anos idade.

Nos últimos 365 dias, ela é sem sombra de dúvidas o grande nome da modalidade pelos títulos que conquistou.

É a atual campeã da Festa do Peão de Barretos, líder do ranking nacional da ANTT. Em Barretos em 2016, ela venceu as duas semanas do evento. Foi campeã em Americana, Grand-Prix do Haras Raphaela, Cornélio Procópio, Lençóis Paulista e Catanduva. Tudo isso no em um ano.

Mas o longo de sua vitoriosa carreira, foi campeã nacional pelo Top Team Cup em 2014, ganhando 50 mil reais. Oito vezes campeã do NQM-RP, várias vezes campeã nacional e de diversos congresso do meio, também já competiu na modalidade seis balizas.

Embora tanta experiência Ana Laurini Cardozo, fará sua estreia na arena da DIVINAEXPO. Além de ser uma competidora renomada, traz com ela uma companhia, sua filha de 12 anos, Maria Eduarda Laurini Cardozo, que foi campeã em Ribeirão Preto este ano, ele irá competir na categoria mirim.

A influência de Ana, que acabou passando para a filha, veio do pai, Wilson Dante Laurini, que é também seu treinador.

– Meu pais foi um pioneiro na criação de cavalos Quarto de Milha, na cidade de Araraquara (SP). Conheci meu marido, Edmundo Nascimento Cardozo, através do meio do cavalo e hoje minha filha é competidora, somos uma família totalmente ligada ao cavalo. São 28 anos vivendo esse universo, só me ausentei durante a maternidade da minha filha – Explica como começou

Embora com tanto tempo nas arenas e pistas competindo, Ana está há apenas quatro anos nos rodeios. Há uma diferença no tamanho do percurso dos Três Tambores, entre as provas oficiais da ABQM – Associação Brasileira de Criadores de Cavalos Quarto de Milha.

– Meu pai era médico plantonista, então tínhamos disponibilidade de ir somente em provas mais perto, e no caso, aconteciam mais provas oficiais da ABQM na nossa região, como meu marido também é competidor, optamos por ficar mais em família – Explica porque não vinha tanto para as provas do rodeio.

– Não há uma boa competidora sem um bom animal, minha sincronia com Cromo Down Jet, meu cavalo, está perfeita. Além é claro de todo o suporte do meu treinador que é meu pai, que sabe deixa o animal preparado, do meu marido sempre comigo, mas o nosso sucesso está no animal, muitas vezes só a competidora leva o nome, mas é ele que a conduz ao sucesso – Explica sobre a sua atual fase.

– Nunca estive em Divinópolis, estou muito ansiosa, pois a grandeza do evento é muito conhecida, esperamos fazer um bom trabalho na arena – Finaliza.

PROVA DOS TRÊS TAMBORES

É uma prova de velocidade, que no rodeio é denominada de cronometradas, onde a competidora contorna os três tambores e, a que fizer o menor tempo vence a noite. A que tiver a menor somatória de tempos, já que elas competem três vezes até a final, será a campeã.

A modalidade Três tambores, assim como as outras provas (Team Roping, Bulldoging e Laço Individual) começam na sexta-feira (02) em Divinópolis (MG)

Mais www.divinaexpo.com.br

Por Eugênio José – MTB:67.231/SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *