Copa Panther Rozeta: favoritos ao título travam disputa acirrada na grande final da temporada

A partir desta quarta-feira, acontece a final da Copa Panther Rozeta de Cutiano em Joaquim Távora-PR. Após 28 etapas, a 3ª temporada do campeonato foi marcada principalmente pelo alto nível da competição, onde os competidores e animais proporcionaram um verdadeiro espetáculo nas arenas por onde passaram.

panther

 Com o alto nível das etapas, a disputa seguiu equilibrada durante o ano e deve ficar ainda mais acirrada durante as quatro noites do Rodeio Tavorense. Dos 10 primeiros colocados do ranking, oito venceram etapas este ano, totalizando 19 fivelas (67% das vitórias). Com a pontuação multiplicada na final, nada ainda está definido, apesar da ótima fase dos três primeiros colocados que despontam como os grandes favoritos.

 Líder do ranking, Rodrigo Pedro Rosa está teoricamente em uma posição confortável e tem a experiência e a tranquilidade como aliadas no momento de decisão. A briga pelo título aliás, não é nenhuma novidade para o experiente competidor de Indaiatuba-SP. Campeão da primeira temporada da Copa Panther Rozeta, ele disputou também o título da temporada passada e sabe bem a importância de estar focado na etapa decisiva.

 “Final é sempre diferente, pois está em jogo tudo o que a gente fez durante o ano. Mas é preciso manter a tranquilidade. Ano passado cometi um erro na final e deixei escapar o bicampeonato. Agora tenho a oportunidade de novo, então não vou desperdiçar,” disse o competidor que novamente terá a chance de escrever seu nome como o primeiro bicampeão da Copa Panther Rozeta.

 Recordista de vitórias e finais nesta temporada, Rodrigo Pedro Rosa ficou entre os cinco melhores em 12 etapas, incluindo cinco fivelas de campeão. Apesar da experiência, ele relembra que foi através da Copa Panther Rozeta que ele se tornou conhecido em todo o Brasil, conquistando mais oportunidades nos principais rodeios do país. “Sou grato ao campeonato e ao Enrique Moraes que idealizou este campeonato, que me ajudou e tem ajudado tantos outros competidores de talento,”finalizou.

 Com uma diferença de 3.675,50 pontos para o líder, José Leal Neto vive um dos melhores momentos de sua carreira e chega a etapa final na segunda colocação em busca de seu primeiro título nacional pela Copa Panther Rozeta. Para o competidor de Itanhaém-SP, o alto nível do campeonato este ano é um motivo a mais para chegar a etapa decisiva confiante e voltar para casa com a almejada fivela.

 “Não foi nada fácil chegar nessa grande final na segunda posição e com grandes chances de ser o campeão, por isso, só pelo fato de estar na final já me considero vencedor. Estou bem ansioso por esta final, desejo que meus companheiros também vão bem, mas se Deus me abençoar que chegou a hora de eu ser campeão, ficarei imensamente feliz, pois o que eu busco são as vitórias,” declarou ele.

 Com duas vitórias na temporada e outras 12 finais, incluindo sete onde terminou entre os cinco melhores da etapa, José Leal fez montarias memoráveis este ano e leva a autoconfiança como um de seus trunfos para esta decisão. “O líder vai ter que ser forte, pois estou logo atrás dele. Estou focado e com muita vontade de colocar esta fivela na minha cinta,” completou o competidor, que é tido como uma das referencias da nova geração da modalidade Cutiano.

 Vice-campeão na temporada passada, Pablo Luis Bertolin ocupa a terceira posição no ranking. Os mais de 8.000,00 pontos que o separam do líder, não chegam a assustar o competidor de Mirassol-SP, que fará sua terceira final pela Copa Panther Rozeta de Cutiano e sabe muito bem o peso da etapa decisiva.

 Também confiante, ele sabe que sua missão não é fácil e com o nível dos finalistas e animais contratados, acredita que o sorteio tem grande importância e pode decidir a competição. “Tem que sortear bons animais e aprovetá-los. O que vai fazer toda a diferença é a somatória de pontos e a classificação da etapa, já que os pontos são dobrados nesta decisão. É preciso ficar o melhor posicionado possível,” declarou.

 Depois de chegar a oito finais nesta temporada, sendo sete no Top 5, Pablo Bertolin não tem dúvidas que este foi o melhor campeonato já realizado pela Copa Panther Rozeta. “Temos os melhores competidores do Brasil na atualidade, foram etapas excelentes. A final vai os competidores que mais aproveitaram seus animais e mais chegaram as finais. Independente de quem será o campeão, não tenho dúvidas que será uma final inesquecível e todos da modalidade Cutiano saem ganhando,” finalizou.

 A final da temporada da Copa Panther Rozeta de Cutiano acontece de 01 a 04 de novembro, durante o 26° Rodeio Tavorense, em Joaquim Távora-PR. As competições, tanto da Final da Copa Panther Rozeta de Cutiano, como da semifinal da temporada do campeonato da Ekip Rozeta de Rodeio em Touros serão transmitidos ao vivo pela página oficial da Ekip Rozeta no Facebook.

Assessoria: Agência PrimeComm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *