Castro está em uma boa fase e acredita ser um forte candidato ao título Mundial

Depois de faturar a fivela no último final de semana ao enfrentar o touro Bad Boy Mowdown, em North Little Rock – Arkansas, o atleta Luciano de Castro se diz motivado e que acredita ser um forte candidato para o título mundial.

Foto por Andy Watson/BullStockMedia.com

Foto por Andy Watson/BullStockMedia.com

Em entrevista para Justin Felisko, da PBR EUA, o competidor abriu o coração e falou da insegurança que passou no último ano e como conseguiu superar e voltar aos Estados Unidos.

Desde o início da temporada 2017 nos Estados Unidos, a carreira de Castro apresentou altos e baixos.

Logo no começo Castro sofreu muita pressão por meio das redes sociais. “Eles diziam, ‘você foi ótimo no Brasil, nós colocamos todo o nosso foco em você e você não está montando nada’. E eu pensava será que eles estão certos?”, comentou.

Ele pensou que não atenderia as expectativas do público. “Muitas vezes veio à minha cabeça que eu simplesmente não conseguiria vencer um evento e pensei que nunca mais iria montar nesses touros americanos. Imaginei que voltaria para o Brasil e ficaria lá, que não havia me adaptado aqui”, disse o competidor na entrevista.

Antes do recesso de verão Luciano estava na 23ª posição no ranking mundial com uma média de 41,94%. Não era um resultado ruim, mas estava abaixo das expectativas dos fãs brasileiros.

Antes de retornar ele ainda estava confuso, mas felizmente recebeu apoio da família e dos amigos, que convenceram o campeão brasileiro a voltar para os Estados Unidos. “Minha família e meus amigos disseram: Nós sabemos que você tem capacidade, você não pode parar agora”, comentou.

Castro voltou e os resultados começaram a aparecer. Atualmente o competidor segue em 2º lugar no ranking atrás apenas de Ramon Lima por 90 pontos. “No ano passado, eu realmente me esforcei tentando montar. Toda vez que montei fiquei frustrado e esse tipo de coisa me afundou cada dia mais. Este ano voltei com uma mentalidade diferente e cada vez que ganho sinto motivação para continuar e fazer melhor. Quando passo por um touro esqueço esse e foco no próximo. Estou indo muito bem e acredito que sou um forte candidato para o título mundial”, concluiu Castro.

Fonte: PBR BRASIL By: Com informações de Justin Felisko

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *