Silvano Alves sobe para a 26ª posição no ranking mundial

O tricampeão mundial Silvano Alves se manteve calmo durante todo o tempo em que estava na 45ª posição do ranking mundial da PBR. Ele não sentiu pressão ou constrangimento, simplesmente sabia que só precisava montar uma etapa e as coisas funcionariam.

silvanoFoto por Andy Watson / BullStockMedia

Alves foi um perfeito 4-para-4 na Dreamstyle Arena, também conhecido como The Pit, e obteve 236,7 pontos para a classificação do mundo, com isso subiu 19 posições no ranking e passou para o 26ª melhor do mundo.

“Estou muito feliz de ir 4 para 4, esta é uma ótima semana graças a Deus. Obrigado por todos os meus amigos, parceiros e fãs. Acho que estou de volta no Top 35”, comentou Alves.

O atleta montou o Catfish John por 88 pontos na rodada do campeonato e enfrentou mais três touros no fim de semana, Last Chance (84,75 pontos), Terror Struck (84,25 pontos) e Big Slick (85,25 pontos).

Alves é 13 para 29 em 11 eventos, seu aproveitamento é de 44,83%, melhor desde que terminou em 2015 com 46,77%.

O profissional, que monta há nove anos, não havia montado quatro touros consecutivos no Top desde as finais mundiais de 2016.

Isso aconteceu durante três temporadas quando Alves montou quatro touros em um evento de três dias. A última vez que ele passou por uma situação assim foi durante a busca pelo título de 2015 com cinco montarias consecutivas durante a etapa.

Mas em 2015 a carreira de Alves foi alterada para sempre quando ele quebrou o quadril esquerdo tentando montar no Legal Tender em Nampa, Idaho. Desde essa lesão, Alves não teve a mesma confiança letal que costumava estar tão associada a ele.

No domingo, Alves foi sorteado para montar o Catfish John, o mesmo touro que ele conquistou 90 pontos no ano passado durante as finais mundiais que terminou como vice-campeão do evento.

“Eu me sinto ótimo, esse é um grande touro, passei por esse touro três vezes e caí uma vez. Estou muito feliz e vou tentar continuar montando bem. Meus amigos me ajudaram muito, Kaique Pacheco, Eduardo Aparecido, Emilio Resende, Fabiano Vieira, Marco Eguchi, Claudio Montanha Jr., Luciano de Castro e Guilherme Marchi”, disse Alves.

Antes da queda, Silvano estava em quinto lugar em Anaheim, Califórnia, quando ele foi 3-para-3. Ele deixou Anaheim frustrado com os juízes e sentiu que deveria ter conquistado o evento. Silvano comentou que nas últimas duas semanas que ele só precisava montar seus touros e não ficar tão frustrado com o cronômetro.

O atleta acredita que este fim de semana pode liderá-lo para um futuro sucesso. “Eu tinha bons touros, isso foi um bom começo, montei quatro touros e arrastei dois em minha mão e dois para longe. Estou muito feliz por esta semana e pelo resto da temporada”.

Fonte: By: Com informações de Justin Felisko – PBR BRASIL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *