Kaique Pacheco retorna às arenas após contusão no joelho

O atleta, que está no14º lugar do ranking mundial entrou em Glendale com apenas 7-para-27 e não havia montado em quatro touros consecutivos desde abril do ano passado.

kaique

Foto por Andy Watson / BullStockMedia

Pacheco tem procurado um final de semana como este desde a final da temporada de 2015, quando terminou em segundo lugar no mundo.

No início dessa temporada o competidor brasileiro torceu o joelho e estava tentando se recuperar. “Estou muito feliz porque sei que foi um grande touro e que consegui uma boa pontuação. Sei que o que aconteceu comigo já aconteceu com todos os atletas da área, apenas agradeço a Deus por estar melhor”, comentou Kaique.

O atleta sofreu uma queda de 1 para 15, que incluiu uma sequência de 12 prêmios consecutivos.

“Estou apenas fazendo as mesmas coisas que sempre fiz, acho que o principal motivo dessa queda foi a lesão na minha perna, mas agora estou me sentindo melhor”, explicou o atleta.

Pacheco terminou 2017 10-para-32 no Campeonato Mundial e ficou fora do pódio pelo terceiro ano consecutivo. Coincidentemente, Pacheco é 10-para-31 em 12 25 PBR: Unleash The Beast nesta temporada.

“A vida é como uma roda, um dia você está no topo e um dia você está no fundo. Infelizmente este ano, eu não estou montando como eu gostaria, mas tenho certeza que vou mudar isso em breve. Trabalhado todos os dias tentando melhorar e vou chegar lá”, disse.

O competidor disse que esta queda foi a pior de sua carreira. “Todos os competidores quando estão machucados sofrem quando voltam, ainda sinto um pouco de dor, mas é suportável”, disse Pacheco.

Apesar da contusão, o atleta finalmente deu a volta por cima e pegou 265 pontos mundiais entre o evento regular e 15/15 Bucking Battle em Glendale.

Agora, Pacheco está apenas 982,5 pontos atrás do líder mundial Ramon de Lima, a melhor pontuação do atleta nesta temporada.

Fonte: PBR Brasil Com informações de Justin Felisko

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *