Após realizar uma edição de superação a DIVINAEXPO em Divinópolis conheceu seus campeões

Conhecido como o maior rodeio de Minas Gerais, a DIVINAEXPO, em Divinópolis conheceu seus campeões na noite do domingo 03 de junho. O evento não se entregou diante da crise de abastecimento e realizou edição histórica, de superação e empenho por parte da comissão organizadora.

divina 1 divina 3 divina

Estava tudo pronto, tudo planejado, para mais uma edição da DIVINAEXPO em Divinópolis (MG) quando começou a paralização dos caminhoneiros.

A festa já estava 80% montada já que ela é realizada em duas semanas, porém a semana principal é a segunda, no pico da paralização.

Os boatos maldosos, que a festa estava cancelada, em uma semana onde dezenas de festas foram cancelando por todo o Brasil, começou a esparrar, mas o Sindicato Rural de Divinópolis e a Lucs Promoções firmou o compromisso de realizar o evento.

“Hora nenhuma pensamos em cancelar, desde que tudo começou, resolvemos executar o evento” Disse Pablo Ribeiro, Diretor de Rodeio e sócio da Lucs Promoções. “Claro que, algumas coisas foram ficando presas no caminho, como tropas, boiadas, porém o que mais me deixou preocupado foi quando a arena foi impedida de chegar, mas agimos rápido e conseguimos suprir tudo”

“Na segunda-feira, a cidade estava sem carne, sem gás, sem cerveja, e principalmente sem gasolina” Disse Irajá Nogueira, presidente do Sindicato Rural. “Nessas horas, podemos enxergar a credibilidade do evento perante a população, muitas pessoas vieram a pé para o evento, tudo que todos poderiam fazer para colaborar, foi feito, inclusive com a empresa de ônibus, disponibilizando mais unidades para trazer o público, carona solidária, a população merece tudo o que fazemos, porque eles encararam a crise junto conosco”

“Eu não ia montar, ainda não estava 100%, mas teve vários competidores, de nome, que não conseguiram chegar, em razão da falta de combustíveis, era terça-feira a noite e eu ainda estava confirmando competidores” Disse Edevaldo Ferreira presidente da ACR e competidor de montarias que se recupera de uma luxação no ombro, sobre a dificuldade de trazer competidores “Quando vi que o Pablo e comissão estava comprometida a fazer o evento, me comprometi a trazer o que tinha proposto, competidores que pudessem dar um espetáculo de montarias, e isso foi executado”

“Na medida que a gasolina foi chegando na cidade, as coisas foram normalizando e as pessoas puderam comparecer ao evento” Disse Irajá Nogueira. “Em momentos assim, vemos o quanto é importante o planejamento, conseguimos reverter todos os problemas em todos os setores e conseguimos realizar com sucesso, mais uma DIVINAEXPO” Finalizou Irajá Nogueira

Na parte de competições a DIVINAEXPO é o maior rodeio completo do Brasil, realizando todas as modalidades das provas cronometradas, reunindo grandes nomes e uma disputa acirrada nas sete competições que realizou.

A DIVINAEXPO, era um evento credenciado pela CNAR – Confederação Nacional de Rodeio. Na modalidade touros, o rodeio recebeu competidores da ACR – Associação do Campeões de Rodeio. Já na modalidade Três Tambores, uma etapa da ANTT – Associação Nacional dos Três Tambores

“Queríamos resgatar o “Rodeio da DIVINAEXPO” e isso foi feito com sucesso e qualidade” Disse o Diretor Pablo Ribeiro

CAMPEÃO INVICTO

Após cinco dias de competição, e seis montarias, o competidor de Catiguá (SP), Francis Dezembro, consagrou-se o campeão da modalidade touros. Ele foi o único a vencer todos os touros que montou.

“Montei em bons touros, tive a oportunidade de chegar em primeiro lugar na final e escolher um touro que me deu condições” Disse sobre o título “Ganhei Barretos em 2014, outros importantes rodeios, como Ribeirão Preto esse ano, mas Divinópolis agora entra para a galeria de grandes conquistas da minha carreira”

A cia de rodeio André/Serginho de Mogi, ganhou como melhor boiada com a média 43,54 pontos. O melhor touro do evento, foi Despacho, da Cia Paulo Emílio com a média 45,87 pontos.

CUTIANO

A modalidade também sofreu com a paralisação, uma das tropas ficou presa na estrada, começando então somente na quinta-feira, um dia a mais do programado.

O competidor de Fernandópolis (SP) Luis Fenando Anastácio, foi o grande campeão com a soma 331,75 pontos.

“Eu vim aqui quatro vezes e sempre batia na trava, agora consegui ser campeão” Disse

Em segundo lugar, ficou o ‘prata da casa’, Wenes Pereira Apolinário, com 325,00 pontos, só os dois terminaram invictos

A Cia Tito Cardoso, venceu como melhor tropa, com média 41,29 pontos. ‘Fera Goiana’ da Cia Tito Cardoso, venceu como melhor animal com a média 45,00 pontos

TEAM ROPING

Juninho Alegria, de Presidente Prudente (SP) e Daniel Nogueira, de Brotas (SP) com a soma de 36,63 segundos

BULLDOGGING

Níveo Daldegan, de Divinópolis (MG), com a soma de 13,51 pontos

LAÇO INDIVIDUAL

Bruno Rena De Arujá (SP), com a soma de 25,47 segundos

TRÊS TAMBORES (Mirim)

Ellen Sayuri, de Bastos (SP) foi a grande campeã com a soma de 50,554 segundos

TRÊS TAMBORES (Feminino)

Ana Carolina Cardozo, de Araraquara (SP) com o soma de  49,052 segundos.

Por Eugênio José – MTB: 67.231/SP

contato@eugeniojose.com.br

Foto: Alberto Gonzaga

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *