Bruno Scaranello vence etapa de Americana e dedica título a Giliard Antônio

Emocionante. Talvez essa seja a palavra que melhor define a etapa do Monster Energy PBR, principal campeonato de montarias em touros do país, realizada de 8 a 10 de junho na cidade de Americana. O motivo foi a disputa ponto a ponto pela liderança do campeonato e da etapa, que se alternava a cada momento, entre Bruno Scaranello e Fernando Henrique Novais.

Foto: Alberto Gonzaga / PBR Brasil

Foto: Alberto Gonzaga / PBR Brasil

Scaranello chegou à Americana como líder do Monster Energy PBR. Sua missão era a de se manter pontuando e garantir uma final consistente para continuar no topo da tabela. Parece simples para qualquer competidor, mas ele tinha antes algo muito particular para conquistar.

“Eu precisava reconquistar minha confiança. Com o falecimento do Giliard Antonio, meu amigo em particular, muita coisa passou pela minha cabeça, especialmente a de parar de montar. Todos os dias eu lembrava daquilo e ficava triste”, contou com os olhos marejados.

No entanto, foi o pai de Bruno Scaranello quem deu forças e motivação para que ele continuasse. “Ele me disse muitas coisas sobre a vida, mostrou como a profissão dele, que é caminhoneiro, é difícil também e as situações pelas quais passa, mas sempre dizendo que a gente tem de enfrentar os medos e encarar os desafios, com muita fé em Deus”, disse.

E foi a fé o principal fator que o motivou a continuar. “Tudo que meu pai disse me inspirou, mas só com muita oração eu criei forças. Rezo todas as noites pedindo a Deus para abençoar meu caminho… e também peço para Giliard e a família dele”.

Quando parou sobre o touro Promotor, da Cia Paulo Emílio, na final e garantiu os 87 pontos, Scaranello se emocionou. “Já desci do touro emocionado. Só pensava no Giliard. Eu sei que ele me daria forças para continuar, estaria ali me aplaudindo e vibrando. Tenho certeza que de onde ele estiver ele está me dando motivos para continuar”, comentou.

Sobre a disputa com Fernando Henrique Novais, Scaranello conta que serviu também de motivação. “Eu e ele somos muito amigos, nos ajudamos muito. Eu estava contente e vibrava sempre que ele pontuava. Até brincamos nos fundos dos bretes sobre a disputa. É motivadora”.

No primeiro round, Bruno Scaranello ficou com a melhor nota, depois de encarar o touro Despacho, da Cia Paulo Emílio, e fazer 88,75 pontos, enquanto Novais foi o segundo melhor, com 87,75 a bordo do touro Classe A, da Cia Fortaleza.

Já no segundo round, Fernando Henrique Novais foi melhor que o amigo, terminando novamente em segundo, com 87,00 pontos depois de se apresentar com o touro Jagunço, da Cia Rancho 3 Irmãos de Floreal. Bruno foi o sexto, com 85,75 pontos.

Na semifinal os dois terminaram com uma pequena diferença, apenas 0,50 pontos. Scaranello fez 87,50 pontos com o touro Moscou, da Cia Paulo Emílio, enquanto Novais garantiu 87,00 com o touro Águia Negra, também da Cia Paulo Emílio.

Enquanto isso, os dois se alternavam no topo da tabela e na corrida pelo título da etapa.

Foi na final que a disputa se resolveu. Scaranello fez 87,00 pontos com o touro Promotor, da Cia Paulo Emílio, sendo que ele precisava apenas parar e garantiu qualquer nota, já que Fernando Henrique Novais não ficou os oito segundos sobre o touro Mexicano, da Cia Paulo Emílio.

“Foi uma etapa muito emocionante para mim. Muitas coisas envolvidas. Mas agora é continuar firme e forte e na briga por, quem sabe, ser um campeão brasileiro. Meu sonho é ainda ir para os Estados Unidos”, finalizou.

Melhor touro

O título de melhor touro ficou para dois atletas de peso da Cia Paulo Emílio: Polêmico e Patrão.

Resultado Final

1 – Bruno Scaranello – 349,00 pontos;

2 – Francis Dezembro – 344,00 pontos;

3 – Danilo Carlos Sobrinho – 337,25 pontos;

4 – Fernando Henrique Novais – 261,75 pontos;

5 – Robinson Guedes – 261,25 pontos;

 

TOP 5 Ranking Monster Energy PBR

1 – Bruno Scaranello – 1240 pontos;

2 – Fernando Novais – 1050 pontos;

3 – Leandro Machado – 661,66 pontos;

4 – Flavio Vinicius da Silva – 532,5 pontos;

5 – Joao Marcelo Santos – 410 pontos;

Fonte: By: Jorge Cardoso / PBR Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *