A história do tenente que idealizou o Campeonato KGB e ganhou espaço na região central do Brasil

Em seu terceiro ano, o Campeonato KGB vem conquistando espaço no cenário de rodeios, principalmente no estado de Goiás, mas já com expansão para outros estados como Minas Gerais, Pará e Tocantins.

tenente 1

tenente

Além da plástica e organização, a premiação é outro fator que chama a atenção, para 2018 serão dois carros e seis motos, incluindo uma moto para o melhor touro da temporada.

A frente deste projeto está o tenente Kelves Gonçalves que, já foi competidor, já foi dono de boiada de rodeio e tem formação em engenharia pela Universidade Federal de Goiás.

O INÍCIO

Kelves ainda era competidor quando em 2009, surgiu um convite de um empresário de rodeios, o Sr. Antônio Siminino (Cia Rancho Colorado).

Este empresário contratou dois touros de Kelves para se apresentar no 1º Rodeio Show da cidade de Varjão (GO).

“Eu tinha uma boiada de rodeio de porte médio, e ainda era competidor, e em uma conversa informal com um primo, vislumbrei a possibilidade de ter uma estrutura própria, sempre fui apaixonado por atividades circenses e rodeios e, comecei a esboçar meus rascunhos, ali mesmo no fundo dos bretes” Explica Kelves

Kelves projetou uma estrutura de maneira que ele conseguisse comprar, que cabia no seu orçamento, mas era uma estrutura completa com doze camarotes e quarenta metros de arquibancada, bretes, arena e currais

“Para executar e manter o projeto eu calculei que precisava de sete rodeios por ano e, a estreia foi na minha cidade, Nova Fátima (GO)” Explica. “Desde então as contratações foram surgindo que continuam até hoje, destino parte das receitas para investimentos na própria empresa, sempre com o intuito de melhorar nossos serviços”

FINAL DA CARREIA DE COMPETIDOR

Como na vida de todo competidor, as contusões estiveram presentes e foram fatores determinantes para o fim da carreira

“Montei em touros de 1996 até 2010, mas após duas fraturas em menos de três meses, resolveu parar com as montarias e continuar com os touros de rodeio” Explicou sobre a saída do rodeio.

NASCIMENTO DA CIA E CAMPEONATO KGB

“Montamos a Cia KGB, não era fácil, como não é até hoje, mas naquela época nossa logística era toda terceirizada, tudo se pagava frete e, nós mesmo que carregávamos e montávamos tudo” Relembra sobre o começo

Hoje a Cia de Evento KGB está com mais de 230 eventos realizados com dez anos de mercado.

Com a necessidade de melhorar a competitividade de arena, há três anos foi dado início há um outro projeto: O Campeonato KGB.

“Hoje estamos com uma autonomia de trabalho melhor, com quinze anos de carreira militar, consigo desempenhar meu papel de militar, minha profissão e, realizar os projetos da KGB que também é profissão, mas era um hoby” Explica “Com três anos, o campeonato tem uma das maiores premiações do Brasil, e nosso estilo de organização rendeu frutos, como as parceiras com Rogério Sales Produções e Grife Os Vaqueiros, como muitos amigos, profissionais e competidores que vestem nossa camisa”

Com organização e layout ímpar, hoje a Cia KGB conquistou respeito de contratantes, profissionais e público, com uma das maiores premiações do Brasil.

Este ano serão dois carros, e seis motos que serão entregues aos competidores e melhor touro da temporada.

“Acredito que hoje estamos colhendo todo o esforço, de todo nosso trabalho sério, acredito que o apoio familiar e formação militar, que nos molda muito na questão organizacional foram muito importantes para todo esse processo, hoje nossa estrutura está muito maior, na verdade nem imaginava que poderia ser dessa maneira” Finaliza

O campeonato KGB tem programado para 2018 mais de vinte eventos

Foto: Arquivo Pessoal KGB

Por Eugênio José – MTB: 67.231/SP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *