Greve dos Caminhoneiros ajudou na recuperação do campeão do Copa Outono pelo CRP

Enquanto boa parte do Brasil acabou sendo prejudicado financeiramente com a paralisação e desabastecimento, Alexandre dos Santos, foi um dos poucos que lucrou. Com uma contusão no joelho o competidor perderia duas etapas do Circuito Rancho Primavera. Com o adiamento destes eventos, Alexandre conseguiu se recuperar e vencer a COPA Outono faturando R$25.000,00 reais.

CUSTO ALTO

Alexandre dos Santos, de Esperança Nova (PR) é um competidor rústico, fica o dia todo trajado, de botas e chapéu. (Confira História http://bit.ly/2emzluo )

Alexandre Santos

Em sua história, além a aderência ao traje country, está a vontade e paixão por montarias em touros e em muitos casos, toda a paixão tem seu preço.

Viaja sozinho toda semana de Esperança Nova (PR), até as etapas do Circuito Rancho Primavera

“Não há rodeio perto para mim, eu tenho que toda semana estar na estrada, eu trabalho, tiro leite, cuido de gado, então tenho que voltar toda semana para casa” Respondeu Alexandre na tarde de segunda-feira, no primeiro contato que fiz com ele pela manhã, ele pediu que a entrevista fosse a tarde

CRP 1

“É muito caro para mim, viajar sozinho, tenho que ter opinião, eu amo isso, por isso trabalho, tiro meu leite, faço diária nas fazendas, porque toda semana, eu preciso de dinheiro para viajar e não é toda semana que o rodeio nos dá” Explica

GREVE QUE AJUDOU RECUPERAR CONSTUSÃO

Com cinco etapas programas, a COPA OUTONO, teve duas etapas canceladas em decorrência do desabastecimento que o Brasil todo, passou e bem conhece.

Nas duas etapas Oscar Bressane (SP) e Ribeirão do Sul (SP), Alexandre dos Santos, foi nono colocado em ambas, porém um problema extra surgiu, uma contusão.

“Eu machuquei o joelho e precisei ficar vinte dias parados, porém, não teve as etapas e, este descanso, foi fundamental para eu recuperar o físico e a mente, eu não vinha montando bem, cheguei neste rodeio de Adamantina, bem focado” Explica “No final das contas a greve ajudou no sentido de eu poder me recuperar e não perder nenhum evento e chegar bem em Adamantina”

ELEMENTO SUPRESA

Verdade seja dita, e confirmada por Alexandre, ninguém estava esperando ou estava apostando nele para campeão da Copa, ele chegou atrás no ranking, começou a etapa para trás de notas e, ele venceu os seis touros que montou em seis dias de rodeio.

“Foi uma vitória no meu estilo, eu não gosto de liderança, eu gosto de chegar um pouco para trás e aproveitar meus touros” Explica sobre a conquista da COPA “Assim como estou para trás no ranking (sexto lugar) estou bem focado, tranquilo e preparado para chegar mais longe nessa temporada, estou preparado para conquistar o título da temporada” Finaliza Alexandre

Classificação final da COPA OUTONO

1 – Alexandre do Santos, Esperança Nova (PR)

2 – Rafael Ribeiro, Murutinga do Sul (SP)

3 – Rafael dos Santos, Tupã (SP)

4 – Keny Roger, Pereira Barretos (SP)

5 – João Vitor Rodrigues, Araçatuba (SP)

Por Eugênio José

Foto: Ricardo Mariotto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *