Guilherme Marchi anuncia sua despedida das arenas em 2018

O campeão mundial de 2008, Guilherme Marchi, fez um anúncio bombástico na tarde de domingo, quando revelou que se aposentaria no final da temporada.

Foto por Andy Watson/BullStockMedia.com.

Foto por Andy Watson/BullStockMedia.com.

Marchi fez o anúncio pela primeira vez na CBS Sports Network em uma entrevista com Kate Harrison depois de conquistar 83 pontos no Little Red Jacket no Round 2.

O competidor de 36 anos disse mais tarde ao PBR.com que ele realizou todos os seus sonhos na PBR e acredita que chegou a hora de se afastar do esporte.

“Eu conversei com minha esposa e tenho um negócio (Marchi Brand) indo bem”, disse Marchi. “Está ficando mais difícil para montar em touros. Eu gasto muitas horas no ginásio e minha idade está aparecendo. É difícil competir com os jovens agora para ficar no topo e enfrentar os touros difíceis. Meus sonhos se realizaram. Sou campeão mundial, campeão mundial de etapas finais, campeão da Copa do Mundo, campeão da Copa Global e primeiro a montar em 500 e 600 touros”, disse.

REPORTAGEM ORIGINAL: Marchi announces 2018 season will be his last

“Não tenho mais sonhos aqui no PBR. Eu preenchi todos os que eu tinha”, acrescentou.

Marchi é o líder de todos os tempos da PBR na principal série com 629 e se classificou para a Final Mundial da PBR em 14 temporadas consecutivas.

Marchi está no ritmo para fazer as finais do Mundial de PBR de 2018, o que o colocaria em um empate com o campeão mundial de 2004, Mike Lee, para a maioria das participações em finais mundiais (15).

“Esta será a minha 15ª Final”, disse Marchi. “Eu sei que meu corpo está um pouco cansado. Eu sou muito pesado para montar touros. Isso é difícil para mim. Eu preciso lutar muito”.

O veterano e ídolo do esporte conteve a emoção ao fazer seu anúncio.

Marchi está em paz com sua decisão depois de conversar com sua família, além de outros competidores como Adriano Moraes, Renato Nunes e Valdiron de Oliveira.

“Não foi difícil porque tenho pensado nisso há muito tempo”, disse Marchi. “A hora chega para todos. Eu me lembro quando Justin (McBride) se aposentou aos 29 anos de idade. Eu pensei que ele era jovem e ainda poderia continuar. Chegou a hora de todos, e acho que esta é a minha hora”.

Ele mudará de ideia como Moraes e Oliveira fizeram em suas carreiras?

“Eu não sei se vou mudar de ideia”, disse Marchi. “Meu plano, por enquanto, é se aposentar. Eu sei que é muito difícil. Eu falo com o Adriano no Brasil. Valdiron. Renato. Eles disseram: “Pense se você quiser se aposentar. Não é fácil. Não é fácil ficar de fora do esporte. Isto é o que eu penso. Minha hora chegou. Eu não sou o mesmo Guilherme como fui há cinco anos para montar touros.”

Foi há 10 anos, porém, quando Marchi apresentou uma das melhores temporadas da história da PBR. Marchi alcançou incríveis 72,55% de seus touros (74 a 102) em 2008, vencendo cinco eventos e colocando 13 pontos de 90 pontos em seu caminho para o Campeonato Mundial.

O título mundial de Marchi veio após três vice-campeões consecutivos, e ele novamente terminaria em segundo lugar na classificação mundial em 2012.

Apenas três vezes em sua carreira ele terminou fora do Top 10 da classificação mundial.

Marchi tem três vitórias 15/15 Bucking Battle e ganhou mais de $ 5,3 milhões em sua carreira, a terceira maior de todos os tempos.

No início deste ano, Marchi venceu o 25º evento da série principal de sua carreira na etapa Caterpillar Classic em Kansas City.

Marchi terminou em 12º lugar em Tulsa e segue para o Music City Knockout no próximo final de semana em 20º lugar no ranking mundial.

Ele é 17-para-39 (43,59 por cento) em 14 eventos da série principal nesta temporada.

Marchi planeja competir nos últimos oito eventos da série regular da temporada e nas finais mundiais.

“Sim senhor. Então eu terminei”, disse Marchi. Ele então acrescentou com uma risada: “E eu ainda tenho uma chance de ganhar o título mundial também”.

Marchi disse que simplesmente quer aproveitar o restante do que agora se tornou sua temporada de despedida. As únicas metas agora estão potencialmente alcançando a marca de 650 carros qualificados e terminando dentro do Top 10 da classificação mundial.

“Eu só quero terminar no Top 10”, concluiu. “Isso seria bom para mim.”

Fonte: PBR BRASIL / By: Traduzido de Justin Felisko

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *