Final inédita da ANTT no Jaguariúna Rodeo Festival premia com R$ 100 mil

A Associação Nacional dos Três Tambores definiu as classificadas para a final nacional da temporada 2017/2018, que será realizada nos dias 14 e 15 de setembro. O evento que irá sediar o encerramento do 15° campeonato será o Jaguariúna Rodeo Festival, em Jaguariúna/SP. É um dos maiores e mais importantes rodeios do calendário nacional e pela segunda vez recebe o campeonato da ANTT.

 ana_laurini

Para a final, estão garantidos mais de R$ 100 mil de premiação, incluindo um carro ‘zero’ km. O evento recebeu a primeira etapa do campeonato no ano passado e será responsável por fechar a trajetória em 2018 das melhores amazonas do país. Para chegarem à etapa final, as competidoras completaram um circuito de mais de quinze cidades.

 A ANTT é referência em torneios de Três Tambores e já distribuiu mais de 1 milhão e meio em prêmios desde sua fundação, em 2004. Mais de cinco mil atletas já passaram pela Associação, segundo a diretoria. Hoje, há 300 competidoras no ranking.

 “Realizar a final nacional no Jaguariúna Rodeo Festival irá encerrar com ‘chave de ouro’ uma temporada tão especial para a ANTT. Comemoramos nossos 15 anos de luta pela modalidade Três Tambores. Não há dúvidas que será a final mais disputada de nossa história e que irá contribuir muito para o crescimento do campeonato nos anos seguintes”, declarou a presidente Silvana Bertato.

 O formato da disputa final é diferente das etapas regulares, há mais pontos em jogo, o que torna esta etapa decisiva muito mais acirrada. O título está em aberto, mais de uma finalista mantém chance matemática de vencer. Em cada categoria, serão três passadas. Todas as classificadas farão uma na sexta-feira à noite, uma no sábado pela manhã e a última no sábado à noite. Só aí serão coroadas as campeãs da temporada.

 O que difere das etapas normais é o sistema de pontuação. Agora, cada rodada leva pontos ao ranking. Ou seja, encerrada a primeira passada, de acordo com a ordem de tempos, do menor para o maior, serão distribuídos o mesmo valor de pontos de uma etapa normal. “É como se fosse um rodeio por rodada”, reforça Silvana.

 Com os tempos somados, tem-se uma ordem final, e ainda serão distribuídos mais pontos extras com base na média geral. Assim, as competidoras que mantiverem regularidade durante o rodeio terão alguns pontos a mais, que podem fazer toda a diferença no resultado.

 Temporada teve recorde de etapas

Serão 26 competidoras disputando o título nacional nas categorias Feminino e Mirim. O ranking foi formulado com base nos resultados de 16 etapas em quatro estados diferentes. Foram 11 etapas regulares, três etapas bônus e duas etapas especiais. Essas duas últimas, realizadas em parceria com a Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Quarto de Milha.

 “Esta ficará marcada como a temporada com o maior número de etapas na história da ANTT. Isso só foi possível devido ao trabalho que nós realizamos nos últimos anos, merecendo a confiança dos organizadores, das competidoras, treinadores e familiares, que são o grande suporte do nosso campeonato”, disse a presidente.

 Uma das novidades da atual temporada foi a inclusão do ‘descarte’. Cada competidora teve o direito de descartar seus cinco piores resultados ao longo do ano, incluindo etapas onde não participou. Desta forma, buscou-se trazer um maior equilíbrio na competição e mais oportunidades para competidoras. A ideia é que, eventualmente, quem não consegue acompanhar todas as etapas possa ter chance real de se classificar para a final nacional.

 Categoria Feminino – Gold Race

A categoria Feminino é dividida em duas séries, sendo a Gold Race a que contempla as dez mais bem pontuadas da temporada. É a categoria principal da ANTT, onde estão as competidoras que obtiveram as melhores performances do ano e somaram mais pontos. A campeã será premiada com um automóvel ‘zero’ km.

 O cenário deste ano é muito semelhante ao do ano passado, quando Ana Carolina Cardozo, Fatiana Ferreira e Viviane Gratão chegaram à decisão do título ocupando as três primeiras posições e com maiores chances. Juntas, as três venceram dez das 16 etapas realizadas nesta temporada.

 Na liderança durante todo o campeonato, Ana Carolina foi campeã cinco vezes e em outras seis etapas esteve no pódio. Das 15 etapas que disputou, em apenas uma não terminou entre as dez melhores. Ana, que liderava ano passado e terminou como vice-campeã, soma até o momento 1030 pontos. Ela, que é de Araraquara/SP, é a única das três principais favoritas que ainda não tem o título nacional da ANTT. Isso deve tornar a disputa ainda muito mais emocionante.

 Com apenas 90 pontos de diferença em relação a líder, a tetracampeã Fatiana Ferreira venceu quatro etapas nesta temporada e ficou entre as dez melhores em outras oito oportunidades. Recordista de títulos na história da ANTT, Fafá busca seu quinto campeonato. Já a campeã Nacional de 2017, Viviane Gratão, chega a decisão na terceira posição. Ela tem 130 pontos a menos que a líder. Vivi conquistou apenas uma vitória esse ano, mas foi constante em todas as etapas e subiu ao pódio oito vezes.

 Classificadas para a Final Gold Race:

1 – Ana Carolina Cardozo, Araraquara-SP – 1.030 pontos

2 – Fatiana Ferreira, Guaíra-SP – 940 pontos

3 – Viviane Gratão, Catalão-GO – 900 pontos

4 – Rafaela Fortunato, Americana-SP – 710 pontos

5 – Ana Julia Lima, S.J. Rio Preto-SP – 590 pontos

6 – Gabriela Sávio, Brotas-SP – 510 pontos

7 – Kelly Caroline, Marília-SP – 495 pontos

8 – Ana Carolina Cyrino, Valinhos-SP – 480 pontos

9 – Kelly Calle, Palmeira-PR – 470 pontos

10 – Letícia do Valle, Pres. Prudente-SP – 420 pontos

 Categoria Feminino – Silver Race

Reunindo as competidoras que terminaram oficialmente entre a 11ª e a 20ª posição no ranking, a Silver Race é a categoria mais equilibrada. Todas as classificadas chegam à decisão com pontuações bem próximas, o que torna a competição totalmente imprevisível. Liderando está a paulista Martha Helena Herweg. Petit teve três pódios na temporada e soma 405 pontos.

martha

 Logo atrás, a paranaense Rafaela Slaviero chega à final somando 385 pontos, seguida da sul-matogrossense Rosane Marquezim, com 350 pontos. A Silver Race terá ainda a campeã da ANTT Norte e Nordeste, Gessyca Moraes, que virá de Palmas/TO especialmente para final. A competidora também está apta a concorrer ao título da Silver Race e tem chances reais de vitória.

 Classificadas para a Final Silver Race:

1 – Martha Helena Herweg, Bauru-SP – 405 pontos

2 – Rafaela Slaviero, Curitiba-PR – 385 pontos

3 – Rosane Marquezim, Campo Grande-MS – 350 pontos

4 – Thais Munique, Votuporanga-SP – 340 pontos

5 – Brehna Bazanella, Americana-SP – 340 pontos

6 – Larissa Dollo, Americana-SP – 310 pontos

7 – Ellen Sayuri, Bastos-SP – 295 pontos

8 – Giovanna Morato, Sorocaba-SP – 295 pontos

9 – Caroline Monteiro, Tupã-SP – 280 pontos

10 – Isabel Benites, Campo Grande-MS – 250 pontos

11 – Gessyca Moraes, Palmas-TO – 130 pontos

 Categoria Mirim

Na Mirim estão as novas estrelas da ANTT, com idade de até 12 anos. Nesta temporada, mais uma vez a disputa foi acirrada e as cinco melhores estarão em busca do título nacional da categoria. Igualando o recorde de oito vitórias em uma mesma temporada e também o de cinco vitórias consecutivas, Ellen Sayuri chega a decisão como líder do ranking e grande favorita. Ellen subiu ao pódio em todas as 14 etapas que participou, tendo além das oito vitórias, mais quatro segundos lugares.

 ellen

As outras duas únicas competidoras a vencer etapas nesta temporada foram Maria Eduarda Cardozo e Stephanie Rodrigues, que disputam o título ponto a ponto com a líder. Maria Eduarda conquistou quatro vitórias e foi ao pódio em outras nove etapas. Ela chega à decisão na segunda posição, com uma diferença de apenas 90 pontos para a líder. Também com quatro vitórias, Stephanie fará sua primeira final nacional pela ANTT, chegando à decisão em terceiro lugar após subir ao pódio nove vezes durante a temporada.

  Classificadas para a Final Mirim:

1 – Ellen Sayuri, Bastos-SP – 710 pontos

2 – Maria Eduarda Cardozo, Araraquara-SP – 620 pontos

3 – Stephanie Rodrigues, Arthur Nogueira-SP – 600 pontos

4 – Eduarda Peres, Potirendaba-SP – 500 pontos

5 – Laura Calle, Palmeira-PR – 240 pontos

 INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA:

Luciana Omena Comunicação

Jornalista Mtb 74833

(82) 9.8757-2057 (Oi) / Whatsapp

Agência PrimeComm

(43) 99973-4990 | primecomm@live.com

 

Fotos: Divulgação/ANTT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *