Alisson e Alan vencem dois eventos da PBR EUA

Alisson e Alan de Souza são gêmeos idênticos e foram campeões no último final de semana. Enquanto Alisson competia em Gledale no 15/15 Bucking Battle, Alan estava disputando o Pendleton Whiskey Velocity Tour em Columbia, Carolina do Sul.

Andy Watson, Christopher Thompson/BullStockMedia.com.

Andy Watson, Christopher Thompson/BullStockMedia.com

Os irmãos conquistaram o primeiro lugar nos dois eventos no mesmo dia.

Depois de participar de uma sessão de fotos e autógrafos, Alisson conversou com seu irmão por um aplicativo de mensagens. “É muito bom ver meu irmão indo bem, não tem muito o que eu possa dizer sobre isso, mas ele está chegando perto de ser uma alternativa para o Unleash The Beast”, disse Alisson para a PBR EUA.

Alisson conquistou sua primeira vitória no 15/15 Bucking Battle a bordo do touro Medicine Man com 89,75 pontos. “Talvez para quem está assistindo, parece fácil, mas para mim foi difícil. Eu tive que dar tudo o que tinha para ficar”, contou o atleta.

Alan montou o touro Coal Miner da Pneu-Dart e conquistou 87 pontos, ele começou a noite com 84,5 pontos a bordo do Podunk.

Os gêmeos idênticos estão competindo nos Estados Unidos juntos pela primeira vez. Alisson foi para os Estados Unidos no início de 2018 e fez sua estreia no dia 20 de abril de 2018 em Billings, Montana.

2018 foi o primeiro ano em que os irmãos ficaram separados, e foi muito difícil para cada um deles, principalmente para Alisson que estava em outro país.

A dupla ainda não competiu no mesmo evento em solo americano, já que Alisson terminou em 2018, na 34ª posição do ranking mundial. Na temporada de 2019 o brasileiro já ocupa o nono lugar no ranking mundial.

Alisson está se consolidando rapidamente no Unleash The Beast, o atleta está a 1360 pontos do líder.

O competidor afirma que ter seu irmão junto com ele nos Estados Unidos teve um grande impacto sobre ele. Os dois são companheiros de quarto em Decatur, no Texas.

Alan pode se juntar ao seu irmão gêmeo na série principal em breve, ele ganhou 170 pontos mundiais na Carolina do Sul e está no 24º lugar no ranking mundial.

PBR BRASIL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *