Mais Omena

Brasileiro vai presidir Comissão Veterinária nos Jogos Olímpicos

colunista_lucianaomena_titulo

Adooooro noticiar histórias onde os brasileiros se destacam. Desta vez, o que me chamou atenção não foi somente o sucesso de um brasileiro, mas também o assunto: Olimpíadas! Eu amoooo esporte e fico ligada sempre em toda e qualquer notícia relacionada os Jogos, que acontecerão aqui no Brasil, Rio 2016!!!

A notícia diz respeito a um feito que aconteceu fora das pistas, o que também é muito legal! Pela primeira vez, um veterinário brasileiro estará a frente da Comissão Veterinária em uma Olimpíada. Minha amiga Carola May que mandou essa super notícia. Ela conta que a nomeação de Thomas Wolff, 63 anos, pela Federação Equestre Internacional também é um marco importante para a Medicina Veterinária Brasileira.

A FEI decidiu hoje (23) que Wolff será o presidente da comissão veterinária nos Jogos Olímpicos Rio 2016. Ele, que recém integrou a comissão de quatro veterinários nos Jogos Equestres Mundiais 2014, na Normandia, França, atua desde 1980 como veterinário do Clube Hípico de Hípico de Santo Amaro (CHSA), sua principal casa ao longo de sua trajetória profissional.

Formado em 1975 pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo, e Doutor pela Universidade de Zurique-Suiça (1976), Wolff exerce suas atividades como veterinário esportivo e cirurgião principalmente no CHSA, Clube de Campo São Paulo, Sociedade Hípica Paulista, Jockey Clube de São Paulo e de Campinas, Centro Hípico de Terras de São José e no Centro Hípico Tarundu.

Já é o máximo estar em uma Olimpiada, imagine gerenciar toda uma área? Um evento deste porte, com toda certeza, traz desafios consideráveis, mas Wolff garante que está pronto para enfrentá-los. Importante ressaltar também que é um grande passo para a Medicina Veterinária Brasileira, pois é a primeira vez que ocorre a nomeação de um veterinário brasileiro para este posto.

Ele se junta agora a Guilherme Jorge, 47 anos, course-designer internacional, que foi confirmado pela FEI em Outubro de 2014 como primeiro brasileiro escalado para armar as pistas nas modalidades Salto, Concurso Completo e Pentatlon em uma Olimpíada.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar