PBR Brasil

Corrida pelo título de 2016 continua em Adamantina neste final de semana

pbramericana

ADAMANTINA (SP) – Os competidores que estão na corrida pelo título da temporada 2016 da PBR (Professional Bull Riders) Brasil encaram os desafios da arena de Adamantina, no interior de São Paulo, de 3 a 6 de setembro. Este é o sexto ano que o Monster Energy PBR, maior campeonato de montaria em touros do país, ocorre na cidade.

O primeiro desafio será de Tadeu Gregório, de Campos do Jordão (SP), contra o touro Temporal, da Cia Rancho 3 Irmãos/Floreal. O último será Denner Barbosa, de Paulo de Faria (SP), contra o atleta de peso Chocolate, também da mesma companhia. Além dos pontos, os competidores levam para casa aproximadamente R$ 40 mil.

Uma das disputas mais esperadas será entre o touro Terremoto, da Cia Paulo Emílio, contra o campeão brasileiro de 2008, Edimundo Gomes. “Espero ter um bom desempenho. Estive fora por algumas etapas na temporada passada devido a uma lesão e estou retornando convicto de que Adamantina será o reinicio de uma excelente caminhada”, diz.

Em 2014, o paulista Otávio Marino, de Jaci, levou o título da etapa. Ele é um dos nomes confirmados para as disputas de agora. O competidor encara o touro Mosca Branca, da Cia Noite à Fora.

No total, serão 36 montarias realizadas todas as noites. No domingo, os 10 melhores colocados fazem a final. Os touros são das companhias Paulo Emílio, Euripinho Sollo, Fernando Inácio, DM, Rancho 3 Irmãos Floreal, Noite à Fora, PH e JC.

Curiosidades

Em 2011, a arena de Adamantina registrou uma das maiores notas realizada nestes 10 anos de PBR, durante a disputa entre Rubens Barbosa, atualmente nos Estados Unidos, contra o touro Pesadelo, da Cia 3B. O encontro dos dois, considerados grandes nomes do esporte, valeu 93,75 pontos de nota.

A PBR – Professional Bull Riders

Criada em 1992 nos Estados Unidos, a PBR (Professional Bull Riders) é a principal liga de montaria em touros em todo o mundo, com campeonatos realizados ainda no Brasil, Canadá, México, Nova Zelândia, Austrália e China.  O maior campeonato desta modalidade é o mundial da categoria, cuja final é realizada em Las Vegas, reunindo atletas de todos os países onde há torneios da PBR.

No Brasil, a liga está presente desde 2006 promovendo o maior campeonato da modalidade em arenas dos estados de Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Paraná. Suas principais etapas são realizadas dentro de grandes festas do peão e rodeios, já que este esporte está inserido dentro da cultura sertaneja em nosso país.

O Monster Energy PBR é o torneio oficial em terras brasileiras. Ele vale pontos para o ranking do mundial da categoria.

Manejo dos Animais

Na PBR os animais são tratados com o mesmo respeito que os competidores que os montam. A empresa é inteiramente comprometida em assegurar a saúde, a segurança e o respeito de cada animal que entra em suas arenas. Destratar um animal seria um dano ao esporte, do qual depende a própria subsistência do competidor e dos seus associados. Sendo assim, o cuidado e o tratamento de um animal da PBR é uma prioridade para aqueles que gerenciam e/ou participam dos seus eventos.

Todas as pessoas que estão ligadas ao esporte têm relação com o campo e a este modo de vida, prevalecendo a paixão e o amor pelos animais.

Lei do Rodeio

O rodeio é uma atividade esportiva regulamentada pela Lei Federal nº. 10519, desde 2002. Conhecida como “Lei do Rodeio”, ela instituiu normais gerais e considera provas de cronometragem e montaria (como a em touros) modalidades esportivas. Já o “peão” é reconhecido como atleta profissional desde 11 de abril de 2001, por meio da lei nº. 10220.

 Fonte: Jorge Cardoso/Comunic

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar