Rodeio Nacional

Capitão Augusto e Kaká de Barretos participaram de CPI contra os maus-tratos de animais

Capitão Augusto e Emilio Carlos dos Santos (Kaká de Barretos) participaram na tarde de ontem(10), na Câmara dos Deputados de um sessão da Comissão Parlamentar de Inquérito que é destinada a investigar os fatos determinados como maus-tratos de animais.

capitão-augusto

Estavam presentes na sessão além do Deputado Capitão Augusto e Kaká de Barretos os Deputados Ricardo Izar, Ricardo Tripoli, Laudivio Carvalho, Goulart, Afonso Hamm e Raquel Muniz,  Leandro Ferro – Ativista do Movimento Odeio Rodeio, Vânia Plaza Nunes – Diretora do Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal e Cesar Fabiano Vilela – Médico Veterinário.

Está CPI, conduz diálogos por meio de palestras para que seja esclarecido assuntos recorrentes aos maus-tratos provenientes da criação, transporte e utilização de animais em espetáculos de rodeio.

Os fãs do universo do rodeio acreditam e conduzem diálogos fiéis de que o rodeio é uma cultura sertaneja, reconhecida por eles como uma das culturas mais antigas do país.

Cesar Fabiano Vilela,  Médico Veterinário, se posicionou a favor do rodeio em sua palestra evidenciando que não existe maus-tratos a animais de rodeio, já a também Médica Veterinária Vânia Plaza Nunes, palestrou evidenciando que existe sim maus-tratos, desde o momento em que o animal é retirado de seu habitat para ir até um evento.

“Eu defendo o interesse dos animais, defendo o bem estar animal. Ninguém vê um touro ou um cavalo pulando em seu habitat natural”, comentou Vânia Plaza Nunes

O Deputado Capitão Augusto, frisou em vários momentos que ” os defensores do animais de rodeio, já tem uma ideia fixa e não aceitam discutir sobre isso mesmo mostrando a eles imagens e dados favoráveis  ao rodeio”.

Leandro Ferro – Ativista do Movimento Odeio Rodeio, palestrou sobre os maus-tratos a animais de rodeio, tanto equinos na modalidade dos três tambores quanto bovinos, referencia a touros de pulo.

“Eu defendo o fim da exploração de animais tanto em rodeio quanto em vaquejadas. Estes eventos só trazem violência para a sociedade e violência para os animais e nada agregam culturalmente ao nosso país”, comentou Leandro Ferro.

Os rodeios caminham a cada dia melhorando sua estrutura para o recebimento das pessoas bem como dos animais, prova disso é o tradicional rodeio de Barretos que neste ano completou 60 anos.

Em uma ocasião o Deputado Ricardo Tripoli que admite ser contrário à atividade de rodeio no país, perguntou ao Kaká de Barretos -Diretor de Os Independentes de Barretos, “como ele classifica o Rodeio de Barretos como paixão ou investimento?” Kaká respondeu que: “A festa existe para comemorar o aniversário da cidade que acontece em 25 de agosto, bem como para homenagear o herói anonimo do sertão que é o peão de boiadeiro, por que se essa pessoa teve um trabalho fundamental na história e na economia do país existisse hoje, talvez na cabeça de muita gente ele seria sacrificado. O rodeio também é cultura, nossa constituição também permite as manifestações culturais. Gostaria de frisar que é uma atividade feita sem fins lucrativos”.

Acredita-se que se o rodeio for proibido no Brasil, poderá haver eventos pequenos que serão clandestinos e no caso em questão poderá sim prejudicar os animais.

Sejam os fãs de rodeio ou defensores do animais, o que se apresenta em diálogos é que não se pode existir maus-tratos, a união destas duas classes pode permitir a regulamentação dos rodeios, atingindo assim os dois propósitos o de continuar com a cultura sertaneja e o de não permitir maus-tratos a animais de pulo.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Um Comentário

  1. Sou Eng Ambiental, moro na região de Piracicaba SP e envolvido com rodeio desde quando eu me conheço por gente, minha esposa e medica veterinária e juntos como voluntários fazemos castrações de animais de rua e ja foram castrados mais de 4000 animais entre cães e gatos tudo com vendas de pizzas e bingos solidários , o ponto que quero abordar, e que esse povo contra o rodeio não sabe nada, para gente falar temos que fazer não so na teoria e sim na pratica, botar a mão no arado arregaçar as mangas e fazer,não ficar com esse papinho que aperta testículo de touro, como cita um trecho da veterinária vania que boi e cavalo no seu habitat natural não pula , e cavalo na carroça que eu tenho varias fotos horríveis ja mandeis para esse povo que fala que gosta de animal e nada os coitados debilitados com cargas exorbitantes andando pelas cidades entre carros buzinas e tomando chicotadas sendo obrigados a trabalhar o dia todo e depois no final de dia a maioria ficam amarados com cordas em terrenos baldios sem cobertura sem um trado merecido ,ate parece que esses animais não sentem dor no rodeio 8 segundos onde os cavalos e touros são bem tratados vem em caminhões apropriados são atletas tem acompanhamentos de médicos veterinários etc, e só nesse pais de terceiro mundo mesmo a inversão de valores o que e para ver as pessoas vejam os olhos ou melhor so querem ver o que da status cavalo de carroçeiro não da ibope quem quiser discutir comigo estou a disposição

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar