Rancho Primavera

Lucas Divino pretende intensificar sua preparação física para conquistar o título do CRP

O Circuito Rancho Primavera, realiza a segunda etapa da temporada 2016 na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo (SP), entre os dias 20 e 24 janeiro.

O rodeio é o mais tradicional do mês de janeiro. Com uma estrutura gigantesca, o evento acontece de entrada franca todos os dias e reúne milhares fãs de rodeio de toda a região.

É uma realização do Marrero Rodeio, do empresário Edson Marrero em parceria coma prefeitura municipal e FENESC – Feira de Negócios de Santa Cruz do Rio Pardo.

A 21ª Festa do Peão de Santa Cruz do Rio Pardo, traz a também a primeira etapa da temporada coma presença da Associação TOP10.

Este ano o evento conta com oito boiadas: Califórnia, Máximus, 3B – Bentinho, Bela Vista – Caio e Juninho Borges, PH – Henrique, JP – Juvenal Pontremolez, WPeres e Fábio Vargas.

Na briga pelo título entre tantos nomes, mais uma vez está Lucas Divino, de Nova Crixas (GO).

Foto: Rodolfo Lesse
Foto: Rodolfo Lesse

Revelação em 2014, Lucas foi vítima de uma fratura na tíbia, o que impossibilitou ele de disputar o título da temporada, mesmo assim, confirmou o título de revelação do ano.

Em 2015 ele veio com tudo liderando, brigando para ser campeão, mas outro acidente tirou de Lucas o poder de poder chegar um pouco mais perto. Como ele mesmo já disse ele chegou na final adaptado, mas a adaptação tirou deles pontos suficientes para ser o campeão.

– O acidente me atrapalhou, isso é uma realidade, não é desculpa – confirma Lucas

De volta a realidade conversei com Lucas enquanto ele viajava para Santa Cruz do Rio Pardo:

Quando você desceu do seu touro na última montaria de Quintana, naquele exato momento, você era campeão, foi por três ou quatro minutos. Como foi aquela sensação quando Keny venceu o touro dele e confirmou sua derrota.

A gente fica chateado, eu queria o título, aquele dinheiro me ajudaria muito, você sabe minha história, já perdi tudo que tinha, comecei de novo, Deus me abençoa.

Pra te falar a verdade a gente faz até conta com o dinheiro, imaginando que se ganhasse aquela quantia daria para arrumar a vida. Mas, fique muito feliz com o segundo lugar, e por terminar a temporada montando bem e cheio de amigos.

Eu já disse e repito, se for para atrapalhar minhas amizades, ele não serve. Prefiro andar de carona e cheio de amigos do que de camionete e as pessoas não gostarem de mim.

Como está seu dedo hoje? Ainda monta com aquelas proteções?

Não, hoje já monta sem nada, ele está duro, mas já consigo apertar a corda sozinho. Graças a Deus (Risos)

O que aprendeu com essa lesão no dedo?

Aprendi que as vezes reclamamos de coisa bobas. Que ficamos preocupados com problemas que na verdade não são problemas. Quando me deparei com um dedo decepado, ai sim vi o que era um problema, que as vezes eu ficava colocando coisa na minha cabeça sem cabimento.

O que o Lucas Divino precisa melhorar ou planejar melhor em 2016?

Eu preciso me dedicar mais. Me dediquei muito em 2015, mas não ganhei o campeonato, então algo faltou. Porque eu tenho que me preparar para ganhar. Vou cuidar mais da minha condição física, sem montar tanto em treino, quero me condicionar fisicamente melhor e treinar em touros quando tiver que treinar. Quero também, trabalhar melhor meu psicológico. O objetivo é o título, então vou trabalhar pesado para isso.

Por Eugênio José – MTB 67.231/SP

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar