Rancho Primavera

Finalista em Colorado competidor que treina nos touros miura está em quinto lugar no CRP

O treinamento é essencial para a maioria dos competidores, porém, o local de praticar montarias no meio de semana não é sempre fácil.

Com portas fechadas e sem muita opção de treinar, um competidor resolveu ir onde ninguém ia, treinar nos bravos touros miuras e, a tática deu certo, ele está com tudo na temporada 2016 do CRP.

Após terminar o rodeio de Colorado em quarto lugar, Luiz Humberto, de Ourinhos (SP), ocupa agora a quinta posição do ranking do Circuito Rancho Primavera.

Aos 24 anos de idade, ele começou como tantos outros, era de Jacarezinho (PR) e mudou-se para Ourinhos (SP), morando em um bairro afastado da cidade.

Foto: Rodolfo Lesse
Foto: Rodolfo Lesse

– Tinha uma arena lá perto, eu falava que tinha vontade de montar, mas meus amigos diziam que era perigoso e que eu não teria coragem de montar – Conta Luiz Humberto

Ele foi pegando amizade com esses garotos que iam na casa dele pedir agua para tomar, logo pegou amizade com o dono do sítio onde eram realizadas as montarias.

Como era de menor, o dono do sítio não deixava ele montar, precisava de um termo de responsabilidade, que sua mãe não assinava e não autorizava ele a montar, até que, seu pai se rendeu aos seus pedidos e assinou o termo e ele iniciou suas atividades

Começou a pegar gosto, intensificou os treinos até chegar ao primeiro rodeio profissional, em Ipaussu (SP), onde ele foi muito bem, porém terminou de maneira trágica.

– Eu parei em dois dos três touros que montei e consegui vaga para a disputa semifinal. Meu irmão que sempre me apoiou, quis me levar no domingo, mas o carro quebrou e não consegui chegar no rodeio, foi frustrante – Explica Luiz que disse não vaga nos próximos rodeios por ter faltado nesse.

Mas ele não desistiu, ganhou outras oportunidades e seguiu sua vida de competidor, mas a rotina de treinamento precisou ser alterada, como ele mesmo explica.

– Toda vez que ia treinar nas cidades vizinhas, faltava touro, não sobrava um animal para a gente montar. Até que fiquei sabendo do Juvenal Pontremolez que tinha bastante touros e ninguém queria montar porque os touros dele da raça muira são muito bravos. Fui estou lá até hoje treinando neles – Conta Luiz que afirma só uma vez um dos touros pegou ele e ficou passando por cima dele na arena.

Sobre estrear e entrar na final de Colorado, ele estava feliz:

– Quando vi que ia montar no “Feio” da Wperez fiquei feliz porque era um touro bom, mas quando olhei que eu ia ser o primeiro montar, com aquela multidão de gente olhando, confesso que fiquei nervoso, mas eu cobrava de mim uma boa apresentação – Relata sobre sua primeira montaria na quinta-feira.

– Eu não dormi na primeira noite, pensando naquele rodeio, na disputa final tive a oportunidade de escolher um touro que sempre quis montar, Executivo da Bela Vista, quando venci ele, meu deu até vontade de chorar de estar ali naquela final que muita gente queira estar e eu estava lá, parando em todos os meus touros e terminando entre os melhores do Brasil – Disse

Sobre ser campeão do Circuito Rancho Primavera, Luiz foi firme na resposta:

– Não só acredito que posso ser campeão, como vou chegar lá, estou preparado, para conquistar esse sonho, estou treinando, e quero treinar e estar preparado para montar qualquer tipo de touro – Finaliza

Confira como está o ranking do CRP http://bit.ly/RankingCRP

Por Eugenio José – MTB: 67.231/SP

[email protected]

Foto: Rodolfo Lesse

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar