Rancho Primavera

Revelação com título internacional tenta fazer a primeira final pelo CRP

Faltando duas etapas para a grande final do CRP – Circuito Ranho Primavera, que acontecerá em Quintana (SP) entre os dias 08 e 11 de dezembro, a briga pelos 100 mil reais é grande e está praticamente isolada em cinco competidores.

Porém, esta (briga pelo título da temporada) não é a única no campeonato. Existem outros objetivos bem mais simples, mas nada fácil a serem alcançados por outros competidores.

Os vinte cinco primeiros colocados do ranking, ganharão vaga para a final. Conversei exatamente com o competidor que está em 25º lugar.

Romário Gonçalves, de Mira Estrela (SP) participou apenas de oito eventos pelo CRP, entrou no campeonato na etapa de Riolândia (SP).

Foto: Ricardo Mariotto
Foto: Ricardo Mariotto

Foi finalista em um evento, terceiro lugar em Pompéia (SP), ficou entre os dez primeiros em outras etapas.

Com 2.442,00 pontos ele montou em 27 touros e venceu 18, um aproveitamento de 67%.

A história de Romário é idêntica tantas outras já relatadas por aqui, aos 14 anos começou montando por brincadeira até que, aos 17 anos, em um qualify na cidade dele, Mira Estrela, ele ganhou o torneio que servia como classificatório para o rodeio profissional.

Um ano mais tarde no mesmo evento, porém, no profissional de sua cidade, ele conseguiu terminar o evento em segundo lugar.

Na sequência, uma oportunidade longe e casa, um convite para montar seis meses na Guatemala, em um Circuito que se chama VC Rodeo (Vaqueros Completos) onde Romário, se tornou campeão da temporada, ganhando uma camionete pelo título.

Entre duas conquistas, são três motos, a camionete, totalizando cinco títulos de campeão, entre eles o do importante rodeio de Fernandópolis (SP) neste ano.

– O meu começo foi como de todos, muito difícil, o Fabio Eleutério, Campeão do Circuito em 2014, foi um dos caras que me ajudou, mas ter ganho Fernandópolis, abriu muito as portas para mim – Disse Romário

– Eu estou sobre pressão, quero fazer a final, os competidores que estão atrás de mim, estão muito próximos e também querem fazer a final. Em Bauru, quero por para derreter, vou para cima dos touros, a cabeça tá boa, e quero me classificar para essa final, vou dar meu máximo. Explica

– Um touro que não montei ainda e nem quero é o ‘Diretor’ da Cia Molezan, e um touro que montei duas vezes e gostaria de montar de novo é o ‘Feio’ da Cia Molezan – Explicou sobre touro difícil e touro pulador da Associação TOP10

– É difícil falar, eu gosto muito do Alex Cerqueira, mas acredito que seja difícil tirar do líder Caic Cassio – Falou sobre os candidatos ao título.

A vida de Romário é do campo e é lá, que ele buscar o complemento financeiro para se manter, ele trabalha com diarista como peão de fazenda de segunda a quarta e as quintas-feiras viaja para os rodeios.

– Mesmo trabalhando o dia todo, dou um jeito de treinar montando em algum touro no final do dia – Finaliza falando sobre treinamento

Por Eugênio José – MTB: 67.231/SP

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar